Dani Laudino é assistente social, especialista em gestão social com mais de uma década de experiência no Terceiro Setor e escreve semanalmente para a coluna Causando Por Aí do Um Social.

Fale com a coluna: causandoporai@umsocial.com.br

Década da Ação

No último dia 5 de julho assisti a palestra da Bruna Ribeiro com o tema “ODS – Entendendo e contribuindo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do Milênio”. Essa palestra fez parte do último encontro do módulo complementar para a Turma da Escola de Voluntários de 2021, evento organizado pela FUNDAES e ABRH-ES, na modalidade online.

Entre os assuntos abordados teve sustentabilidade, ESG, Meio Ambiente e um que me chamou muito atenção foi que estamos vivendo a “DÉCADA DA AÇÃO”.

Mas o que significa a “década da ação”?

O termo “Década da Ação” trata-se de um movimento que decorre entre 2020 e 2030 e representa o prazo que todos os países-membros das Nações Unidas têm para cumprir as 169 metas dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Saiba mais clicando aqui.

Já o “desafio”, lançado pela ONU, decorre de uma única realidade: os avanços na realização dos ODS acordados em 2015, no âmbito da denominada “Agenda 2030”, são ainda insuficientes. E o foco, agora, é acelerar o progresso mundial em direção ao desenvolvimento sustentável.

“Para alcançarmos um mundo sustentável, próspero e de paz, precisamos de uma Década de Ação reforçada, com entrega e dedicação absolutas. O custo de falharmos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável é impossível de suportar e o destino e futuro da Humanidade decidem-se já hoje, nas ações que todos tomamos no dia a dia”, destaca a ONU.

E assim foi apresentado o VI Relatório Luz sobre a Agenda 2030 no Brasil que aponta os piores indicadores ambientais e socioeconômicos desde o início da série histórica, em 2017.

O Relatório Luz sobre a Agenda 2030 no Brasil é o resultado do levantamento feito pela sociedade civil com dados oficiais revela que das 168 metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável analisadas, 80,35% estão em retrocesso, ameaçadas ou estagnadas no país e 14,28% tiveram progresso insuficiente.

Elaborado pelo Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030), que reúne 60 organizações da sociedade civil, o Relatório Luz 2022 é a única publicação nacional que apresenta um panorama em 360 graus da implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 no Brasil, cobrindo as áreas sociais, econômicas e ambientais. (Saiba mais)

Lançado oficialmente em audiência pública na Câmara dos Deputados, o documento revela um cenário alarmante: o país não avançou em 80,35% das 168 metas analisadas e outras 14,28% tiveram apenas progresso insuficiente. Não há dados referentes a 4,76% das metas.

Ao todo, 101 especialistas de 51 organizações da sociedade civil avaliaram os dados oficiais, utilizando uma metodologia que se tornou referência para entidades do mundo inteiro, a fim de analisar a condução das políticas públicas no Brasil e o cumprimento das metas aplicáveis ao país – inclusive as sete que a partir de 2021 passaram a ser consideradas no Painel ODS Brasil como “não aplicáveis.

Os resultados apresentados nesta 6ª edição indicam um país em decadência, com a pandemia de Covid-19, a recessão e as más decisões sobre as políticas públicas que aprofundam as desigualdades em um grau alarmante.

Em resposta ao cenário apontado pelo Relatório Luz, a sociedade civil traz 116 recomendações. Essas recomendações são contribuições que visam o enfrentamento desses desafios históricos referentes ao desenvolvimento sustentável.
O que a sua OSC está fazendo para alcançar as metas da ODS? Compartilhe com a gente!

 

Fique por dentro!


 

Regenera GAB 2022

Estão abertas as inscrições para a Jornada Regenera GAB (edição 2022) que tem como objetivo contribuir para que as entidades se tornem mais autênticas (se conheçam melhor), autônomas (mais independentes) e resilientes (rebola rebola mas não cai).

A Jornada será realizada pela Rede Pocante e apoiada pelo Grupo Águia Branca, que acontecerá de 25 de Julho a 01 de Setembro de 2022 e será 100% online. Clique aqui para se inscrever.


 

Capacitação

Quem está procurando oportunidades e dicas para melhorar a gestão e processos em ONGs pode participar das mentorias gratuitas oferecidas pelo Hub do Bem. Basta agendar a mentoria pelo site e aproveitar todo o conteúdo que será disponibilizado. Clique aqui e saiba mais.


 

Chamada Pública

Estão abertas as inscrições para o edital de chamada pública para projetos incentivados em 2022 pela ES Gás. A seleção visa contemplar projetos via Lei de Incentivo Fiscal.

O período 2 das inscrições segue até 12 de agosto. O resultado será divulgado no dia 1º de outubro. Clique aqui para saber mais informações e ler o edital na íntegra.


 

Curso de advocacy para Agenda 2030

Você ou sua organização querem aprender como influenciar governos ou legisladores para a causa que defendem? Então participe do Curso de Advocacy, na modalidade de educação a distância, que está com inscrições abertas para novas turmas, com aulas entre 01/08 e 28/10. São 250 vagas disponíveis para todo o Brasil.

Gratuito e com financiamento da União Europeia no Brasil, o curso tem como público-alvo fóruns, ONGs, fundações e coletivos que trabalham pela difusão, monitoramento e implantação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Brasil e é uma parceria da ACT com o GT Agenda 2030. Faça já sua inscrição em: https://bit.ly/CursoODSinscricao


 

Dicas de leituras

Relatório Luz – clique aqui e baixe a edição 2022
Livro – O Capitalismo Na Encruzilhada – por Stuart L. Hart (Autor)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de privacidade e cookies