Prorrogadas as inscrições para prêmio Mulher ArcelorMittal

Premiação procura trabalhos no Terceiro Setor, na Academia e até na Imprensa. Valor pode chegar a R$ 5 mil

Mulheres cis e transgêneros que possuem projetos transformadores ganharam mais tempo para se inscrever no Prêmio Mulher ArcelorMittal. Agora, os trabalhos podem ser submetidos até o dia 21 de fevereiro. No dia do evento, cada vencedora receberá um cartão-presente no valor de R$ 5 mil, além de troféu, medalha e um curso para potencializar iniciativas.

Para participar, é necessário ter mais de 18 anos, residir no Espírito Santo, Santa Catarina e Ceará, além de liderar projetos no âmbito privado, público ou do Terceiro Setor que gerem impacto e promovam mudanças significativas em suas comunidades. As inscrições devem ser feitas no site do prêmio, onde também está o regulamento: https://brasil.arcelormittal.com/premiomulher

A divulgação das finalistas será feita no dia 26 de março. Já o evento de premiação, com apresentação das vencedoras, será no final de maio. De acordo com a ArcelorMittal, o Prêmio está alinhado aos princípios e valores da Política de Diversidade & Inclusão da empresa e prevê as seguintes categorias concorrentes:

  • Terceiro Setor: Projetos desenvolvidos por ONGs, associações, entidades sem fins lucrativos ou lideranças comunitárias.
  • Academia: Trabalhos de Graduação, Pós-graduação, Especialização, Mestrado, Doutorado ou Pós-doutorado.
  • Imprensa: Reportagens com temas de transformação social, publicadas em veículos reconhecidos no mercado.
  • Empresa Privada: Projetos de microempreendedoras individuais e também de micro, pequenas e médias ou grandes empresas.
  • Poder Público: Projetos e iniciativas desenvolvidas por servidoras públicas das esferas municipal, estadual ou federal.
  • Público Interno: Ações realizadas por empregadas da ArcelorMittal Aços Planos

“Todas as categorias do prêmio visam reconhecer e capacitar essas mulheres para que elas continuem fazendo a diferença. Ações como esta oportunizam as mulheres a fazerem a diferença em suas áreas de atuação”, afirma a gerente geral de finanças da ArcelorMittal, Cristina de Morais Oliveira.

Avaliação e premiação

Todas os projetos serão avaliados por uma Comissão Julgadora, formada por representantes da sociedade com capacidade e experiência nos segmentos abrangidos pelo Prêmio Mulher e que considerará critérios como criatividade, sustentabilidade, impacto, qualidade, clareza e o potencial de transformação.

O concurso prevê duas premiações, sendo que a primeira será um treinamento com carga horária de 32 horas, a ser ministrado em conjunto, para as 63 finalistas (sendo 21 de cada Estado e três de cada categoria), em cada estado. Além disso, todas receberão certificado de participação.

Ao final, a vencedora de cada categoria receberá um cartão-presente, a ser usado em qualquer estabelecimento, no valor de R$ 5 mil, um troféu, além de uma medalha com a marca do Prêmio.

Deixe uma resposta

Fique tranquilo! Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está de acordo com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de privacidade e cookies